terça-feira, 26 de novembro de 2013

A Luz - Significados e Instruções para as Cartas de Clow/Sakura


Boa noite, 


Hoje é dia de ver a luz...


A Luz (The Light)

A carta A Luz é uma das “Cartas Maiores”, do baralho de Clow, sendo a contraparte da carta A Escuridão/As Trevas e como ela é uma das duas cartas mais fortes. A Luz é capaz de criar e controlar a luz, ou focos de luz, e também é capaz de trazer o nascer do sol.
A Luz tem a aparência física de uma mulher elegante de pele pálida de longos cabelos brancos ondulados que ultrapassam largamente a sua cintura. Esta aparência nobre é partilhada pela sua carta irmã – A Escuridão/As Trevas. Tanto na versão de Clow como na versão de Sakura, A Luz tem um sol desenhado sobre o colo (ok, palavra mete nojo eloquente para descrever aquela zona do decote entre o pescoço e o início do peito) e segura uma nuvem e um sol, cada um numa mão.
Ao contrário da maioria das cartas de clow, A Luz não é nem demasiado activa nem problemática. A Luz tem uma personalidade benevolente e assegura a Sakura que tanto ela como a sua irmã (A Escuridão/As Trevas) desejam tornar-se cartas de Sakura, pelo que sempre está disposta a dar conselhos e apoiar Sakura nos seus testes mágicos.
A Luz é também impossível de atacar fisicamente, pois, calculo eu, não possui matéria, e está sempre associada à carta A Escuridão/As Trevas, por isso, as duas cartas tiveram que ser seladas juntas, usadas juntas e transformadas juntas.




De acordo com as instruções que vêm com as cartas de Clow, A Luz indica que se está num período favorável para liderar iniciativas e projectos a nível individual e simboliza uma esperança justificada nos frutos que o trabalho trará num futuro próximo, numa mensagem semelhante à aproximação de boa sorte.
A Luz indica uma tendência para encantar os que nos rodeiam com o brilho da nossa personalidade. Independentemente do que suceder e de quais sejam os objetivos, tudo correrá de feição devido um grande período de boa sorte. Aproxima-se um período em que os esforços resultarão numa melhoria significativa das aptidões pessoais e há a possibilidade de que um admirador secreto declare a sua afeição.
A Luz também adverte que só é possível alcançar um futuro radiante se houver um investimento leal nesse objectivo, mas muitas vezes pensar demasiado nas acções a tomar leva à perda da oportunidade ideal, por isso, este é um período em que é necessário agir por impulso, com confiança de que tudo correrá bem.

Dentro de um baralho de jogo normal, esta carta é substituída pelo 5 de Espadas (nota: no tarot o naipe espadas é literalmente sobre espadas).

Além da organização correspondente ao baralho de jogo comum, as cartas de Clow/Sakura têm uma organização interna sujeita a 6 elementos tipo que formam o grupo principal: A luz (The Light), A Escuridão/As Trevas (The Dark), O Fogo (The Firey), A Água (The Watery), O Ar (The Windy) e A Terra (The Earthy) – Nota: a tradução para português foi deliberadamente feita para os tipos elementais da espiritualidade ocidental, porque uma tradução mais literal resultaria em cartas com nomes caricatos.

A carta A Luz é um elemento em si mesma, pelo que se encontra atribuída directamente à protecção de um guardião, no caso está atribuída ao Kero (Cerberus), guardião com o símbolo do sol e representante da magia ocidental.

Do pondo de vista simbólico, a luz é o mais elementar símbolo da vida consciente. A experiência mais imediata ao sair do sono é o encontro com a luz, tal como se fosse um nascimento. A escuridão precede a Luz e é a unidade que engloba o inconsciente antes da sua divisão em luz e trevas, tanto assim é que inúmeros mitos da criação indicam a existência da escuridão antes da luz e a realização da luz como a transição para a mente consciente e racional. O inconsciente é condição prévia para a existência da consciência, tal como as trevas são condição essencial para o surgimento da luz. Deste ponto de vista, a existência perfeita é um equilíbrio delicado entre a luz e as trevas, entre o animal e o racional, o primitivo e o iluminado, sendo que qualquer das forças pode, se se tornar demasiado proeminente, desvirtuar a relação entre ambas e incapacitar a psique. Assim sendo, também faz sentido que as cartas A Luz e A Escuridão sejam gémeas e sempre ajam em conjunto, pois apenas juntas revelam o seu verdadeiro poder, que é o equilíbrio de uma psique saudável.


Fontes: Cardcaptor Sakura Wiki; tradução das instruções do baralho de Clow; Dicionário dos Símbolos, de Tom Chetwynd.

Sem comentários: